Trade Secrets: Primeiros Passos

Como criar um plano de negócio para o seu alojamento

plano negócio hotel alojamento reservas on-line

Depois de ter realizado uma extensa pesquisa, escolhido a sua propriedade ideal e identificado um público-alvo específico, é hora de chegar ao assunto básico da questão e escrever o importante plano de negócio do seu alojamento.

Embora o mero ato de pensar sobre isso seja o suficiente para preencher a maioria com um sentimento de medo, é vital que faça isso bem para ter sucesso. O ditado “falhe em preparar, prepare-se para falhar” pode soar clichê, mas, neste caso, é exato.

Ao elaborar o seu plano de negócio precisa levar em conta vários fatores: como exatamente a sua empresa e o seu público-alvo serão, o seu orçamento, os preços e como acompanhar os seus resultados e avaliar o sucesso. Se mantiver a rédea curta para todos estes fatores, tornará a sua vida muito mais fácil e aumentará as suas chances de sucesso.

 

1. A sua idea

Um bom plano de negócio para um alojamento precisa começar com uma boa ideia. Sua ideia tem pernas? Que tipo de competição está a enfrentar? Contanto que tenha pensado cuidadosamente no tipo de empresa que deseja gerir, estabelecido um mercado comprovado e escolhido o tipo certo de propriedade para vencer o mercado escolhido, terá um negócio vencedor.

Tome nota do que espera obter da sua empresa e onde deseja estar a curto prazo (1-2 anos), a médio prazo (3 anos) e a longo prazo (5+ anos). Fazer isto permitirá que acompanhe e facilite a identificação daquilo que traz sucesso e daquilo que fracassa, para que possa corrigir erros ao longo do processo.

 

2. Orçamento

Estimar um orçamento exato guiará todo o resto do seu negócio e pode ser decisivo para que o seu empreendimento seja uma vitória ou um desastre. É ainda mais importante se está a procurar apoio financeiro, mas mesmo que não esteja, deve a si mesmo acertar esta etapa. Subestimar o orçamento pode fazer com que demore mais do que espera para atingir o ponto de empate, ou empurrar-te  para as dívidas. Superestimá-lo pode significar perda do dinheiro investido, que poderia ter sido utilizado para outras coisas.

O orçamento básico para gerir um alojamento de sucesso não é tão complexo quanto pode imaginar. Em resumo, precisa considerar as seguintes saídas a cada mês:

Assim que tiver anotado os pormenores de cada custo, precisa tomar nota de qual será a sua renda mensal proveniente das reservas de quartos. Quando estiver a planear isto,  precisa considerar qual o nível mínimo de ocupação necessário para sobreviver.

Se planear o orçamento baseado numa taxa de 100% de ocupação a todo momento, ficará seriamente desapontado e provavelmente estará a programar-se para o fracasso.  Também precisa reservar alguns fundos para ter como segurança no caso de custos inesperados ou de um mês devagar. Se a rentável estação do verão acaba por ser um fracasso, quanto isto afetará o seu negócio? Seja conservador com as suas estimativas, leve em consideração possíveis quedas temporárias no comércio e estará no azul em pouco tempo.


179221031

3. Tarifas

Assim que tiver organizado as suas despesas e as suas saídas, estará numa boa posição para definir a estrutura de tarifas essencial para o seu alojamento. Dá muito mais trabalho do que simplesmente olhar o que a competição tem feito e oferecer tarifas mais baixas.

Ao examinar um plano de tarifas, certifique-se que está a levar em consideração:

  • O tamanho do mercado – Acredita que pode competir por quantos clientes, realisticamente?
  • A competição – Cobrará o mesmo, mais, ou menos que os seus concorrentes? Considere o que está a oferecer em termos de qualidade, instalações e localização em comparação a eles.
  • Tarifas estacionais – Pense sobre ajustar ou não as suas tarifas durante os períodos de Natal e Ano Novo, ou durante qualquer evento específico a acontecer nas redondezas que possa aumentar a demanda por quartos.
  • Ofertas especiais – Ofertas para early birds (reservas antecipadas), ofertas para estadias maiores e descontos para períodos específicos do ano ou da semana são apenas algumas das coisas que deve considerar.
  • Tarifas de fins de semana e tarifas a meio da semana – Muitos hotéis e pousadas cobram mais por quarto durante os fins de semana, quando há mais demanda.
  • Taxa de ocupação única  – Vai cobrar menos por um quarto a ser ocupado por apenas uma pessoa?
  • Restrições – Considere se quer permitir ou não certas coisas, como animais de estimação. Permitir cães e gatos, por exemplo, pode oferecer uma vantagem contra os seus concorrentes, mas pode significar risco de danos. 
  • Cancelamentos – Certifique-se que possui uma política rígida para evitar prejuízo caso uma reserva não apareça ou cancele de última hora, a deixar-te com uma cama vazia. Muitos hotéis e similares possuem um sistema para não oferecer reembolso se o quarto for cancelado com menos de 24 horas de aviso.

Estabelecer as suas tarifas corretamente é crucial. Lembre-se de que é algo que precisa monitorar e ajustar com frequência – a experiência vai ajudar com o tempo. Mas principalmente, não se esqueça de que está a gerir um negócio e precisa ganhar mais do que aquilo que gasta!

 

4. Marketing

Não se esqueça do seu plano de marketing. Como qualquer bom empreendedor sabe, não basta colocar um anúncio no jornal local. Precisa decidir o que fazer para promover o seu alojamento, em consonância com a fixação de uma tarifa e de um lugar. Para descobrir mais sobre como anunciar a sua propriedade on-line, leia o nosso passo-a-passo para o marketing on-line, que abrange tudo o que precisa saber.

 

5. Indicadores-chave de performance (KPIs, Key Performance Indicators)

Monitorar a performance do seu B&B é importante, e embora isto aconteça ao abrir as portas, precisa definir como medirá o sucesso enquanto elabora o seu plano de negócio. Seja realista quanto aos seus indicadores de performance (KPIs). Eles precisam abranger todas as áreas do seu negócio e serem revisto frequentemente. Isto permite-lhe distinguir os seus sucessos dos seus fracassos, e adaptar-se aos problemas de forma adequada e fácil.

Enquanto organiza esta parte do seu plano, deve considerar:

  • O total de vendas por semana/mês – Como ele se compara ao seu plano? Está a crescer ano a ano (após 12 meses desde a abertura)?
  • Taxa percentual de ocupação ­– Esta é a proporção dos seus quartos que é reservada. Certifique-se que está de acordo com as suas projeções para manter as suas finanças em ordem.
  • Tarifa média de quarto (tarifa média alcançada por quarto): idealmente, este número deve estar próximo o suficiente da sua tarifa diária.
  • Satisfação do cliente – Como estão as suas avaliações na TripAdvisor e os comentários dos seus clientes?

Achar tempo livre pode ser difícil quando está a planear um alojamento, mas é importante atualizar-se sobre os seus KPIs  para manter e desenvolver um negócio bem-sucedido.

Agora tem o básico para elaborar um plano de negócio para o seu alojamento. Pode dar início ao processo e pensar que, se fornecer um bom serviço a um bom preço e divulgar o seu negócio, tudo se resolverá. Mas há muito mais do que isso. Não se esqueça: “falhar em preparar é preparar-se para falhar”.

Se deseja encontrar uma forma de organizar o seu negócio e as suas reservas, confira a eviivo suite, o nosso premiado sistema para gerir propriedades, projetado para tornar as reservas muito mais simples.

 

Quer saber mais?

Solicite uma breve demonstração com um dos nossos simpáticos especialistas.
Eles vão ajudá-lo com os seus primeiros 30 dias gratuitos!

Saiba mais